Em teoria, qualquer trabalhador pode dar entrada em um pedido de aposentadoria perante o INSS. No entanto, isso não significa que todos os pedidos serão aceitos. Pelo contrário: em 2019, o INSS rejeitou ao redor de 55% de todos os pedidos apresentados naquele ano, o que mostra que há uma grande chance do seu pedido ser negado também. Entretanto, isso pode mudar com a contratação de um advogado para aposentadoria.

É claro que um advogado previdenciário não tem o poder de garantir que um pedido de aposentadoria seja aceito. Não importa o que qualquer pessoa diga, essa decisão não cabe ao advogado. No entanto, é fato que a maioria dos pedidos negados acontece por causa de erros simples na apresentação do pedido de aposentadoria.

Portanto, a presença de um advogado para aposentadoria pode aumentar as chances do seu pedido ser aceito. Quer saber quais são os principais motivos para contratar um profissional? Então, siga a leitura abaixo!

1. Um advogado para aposentadoria aumenta as chances de sucesso

Como dito, um advogado previdenciário não pode garantir que um pedido será aprovado pelo INSS ou que uma aposentadoria será de determinado valor. No entanto, ele pode aumentar as chances do cliente ter o pedido aceito.

Isso acontece porque a maior parte dos pedidos negados no INSS ocorre por causa de uma pendência, ausência de algum documento ou algo errado que o beneficiário fez.

Assim, um advogado previdenciário pode ajudar a organizar o pedido do jeito certo, arrumar todos os documentos e fazer a apresentação dentro das regras do INSS. Isso não garante o resultado desejado, mas evita que o pedido seja rejeitado por causa de um erro evitável.

2. Um profissional da área ajuda a manter o andamento do processo

O INSS tem, segundo a lei, 30 dias de prazo para analisar o pedido de um cidadão. Esse prazo pode ser prorrogado por mais 30 dias, caso haja uma justificativa para isso.

No entanto, a média do próprio INSS é de responder solicitações dos cidadãos em um prazo de 2 a 8 meses. A conta não fecha, não é mesmo? Isso acontece por uma série de motivos, como déficit de funcionários, por exemplo.

O cidadão cuja resposta não foi dada no prazo estipulado em lei tem a opção de judicializar a questão com um processo. Essa não é a solução mais adequada para todos os casos, mas é uma possibilidade.

Um advogado para aposentadoria pode ajudar a avaliar essa opção e aconselhar o cliente a como agir caso o INSS ultrapasse o prazo de 60 dias para fazer a avaliação do seu caso.

3. Um advogado pode ajudar no planejamento previdenciário

Um planejamento previdenciário é uma ferramenta para o trabalhador ter a aposentadoria que sempre quis. Esse recurso ajuda o cidadão a ir planejando, aos poucos, a sua aposentadoria, e a realizar as ações necessárias para ter o valor que sempre quis receber de benefício. Isso inclui, por exemplo, fazer contribuições de outros valores ou pagar uma previdência privada.

No entanto, não é fácil fazer um planejamento previdenciário por conta própria. São tantos detalhes e condições na legislação previdenciária que é necessário um especialista para poder fazer um bom plano.

Por isso, vale a pena contratar um advogado previdenciário antes mesmo de você pensar em se aposentar. Afinal, quanto mais cedo montar o seu planejamento, melhores serão os resultados.

4. Um profissional pode ajudar na recuperação de documentos importantes

Quem trabalha há muitos anos sabe que é normal perder alguns documentos que comprovam partes importantes da sua carreira. Às vezes, uma empresa na qual você trabalhou acaba falindo e vários registros são perdidos.

Isso faz com que você não consiga comprovar algum vínculo empregatício ou tenha problemas com contribuições do passado. Um advogado previdenciário pode ajudar a recuperar documentos ou conseguir provar o vínculo por outra forma, garantindo que aquele tempo será contado no cálculo do benefício.

5. Um advogado pode orientar todos os passos do processo

Como deu para ver, o processo de entrada em uma aposentadoria é complexo, e várias coisas podem dar errado. Por isso, ter um advogado especializado por perto é positivo, pois ele pode guiar o cidadão na hora de fazer escolhas, buscar documentos e apresentar o pedido. Assim, a pessoa não fica perdida no meio da burocracia e tem uma experiência mais positiva.

Agora que você já viu quais são os motivos para contratar um advogado para aposentadoria, é hora de começar a escolher um. Nossa sugestão é analisar quem é especializado mesmo no assunto e quem atua de verdade na área. Afinal, é necessário muito conhecimento prático para poder explorar ao máximo todas as ferramentas jurídicas disponíveis. 

Gostou desse conteúdo? Então, que tal entrar em contato com o nosso time para saber como nós podemos ajudar no seu processo de aposentadoria?